País confirma mais 73 casos de gripe; total já está quase em 900

Ministério da Saúde acompanha outros 1.414 casos supeitos; contaminação de brasileiros é maior no exterior

Agência Estado,

05 Julho 2009 | 16h05

O Ministério da Saúde detectou 73 novos casos de contaminação pelo vírus Influenza A (H1N1), elevando para 885 os casos confirmados da doença no Brasil desde 8 de maio. Segundo a pasta, a quase a totalidade destes pacientes já recebeu alta ou está em processo de recuperação. De acordo com boletim divulgado neste domingo, as novas contaminações ocorreram nos Estados de São Paulo (61), Pernambuco (4), Paraíba (2), Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (2), Ceará (1) e Rio Grande do Norte (1).

 

O Ministério da Saúde acompanha 1.414 casos suspeitos de gripe suína no País. As amostras com secreções respiratórias dos pacientes estão em análise laboratorial. Outros 1.203 casos foram descartados. Em seu boletim, o Ministério explicou que, dos 756 casos confirmados até 3 de julho, sexta-feira, 60,1% foram de pessoas que se infectaram no exterior e 23,4% por transmissão autóctone, isto é, ocorrida dentro do território nacional. Os principais locais de provável infecção dos casos importados foram Argentina (287 casos), Estados Unidos (88) e Chile (42).

 

Como todos os casos autóctones têm vínculos epidemiológicos com pacientes procedentes do exterior, o Ministério da Saúde considera que, até o momento, a transmissão no Brasil é limitada, sem evidências de sustentabilidade da transmissão do vírus de pessoa a pessoa.

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 35 países têm casos autóctones: Europa (Áustria, Bélgica, Dinamarca, Estônia, França, Alemanha, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido); Américas (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Estados Unidos, Guatemala, México, Panamá, Peru e Uruguai); Ásia (Japão); África (Egito) e Oceania (Austrália). Em sete deles, a transmissão do vírus entre pessoas é considerada sustentada: Estados Unidos, México, Canadá, Chile, Argentina, Austrália e Reino Unido.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína Influenza A (H1N1)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.