Pesquisador brasileiro é acusado de plágio em artigos científicos

Claudio Airoldi teria fraudado 11 artigos publicados entre 2008 e 2010

estadão.com.br,

31 Março 2011 | 15h21

SÃO PAULO - Um dos pesquisadores mais experientes da Unicamp foi acusado de fraude em 11 artigos científicos publicados em revistas da Elsevier, a maior editora de periódicos acadêmicos do mundo. A denúncia foi publicada na edição impressa da Folha desta quinta-feira.

Em nota à imprensa, a Unicamp informou que abriu "sindicância interna para apurar os fatos e tomar as medidas institucionais adequadas ao caso". De acordo com o comunicado, o procedimento deverá ser concluído em 30 dias.

O caso diz respeito a plágio e não invenção de dados. Os artigos foram publicados entre 2008 e 2010. O pesquisador tentou se defender da acusação mandando material extra dos estudos para a análise da Elsevir. Três cientistas participaram da revisão dos artigos de Airoldi.

O pesquisador Claudio Airoldi tem 68 anos e trabalha na Universidade desde 1968. Ele é bolsista de produtividade nível 1A, o mais elevado na classificação do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), membro da Academia Brasileira de Ciência e associado da Sociedade Brasileira de Química.

Mais conteúdo sobre:
fraude artigo científico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.