Pessoas obesas são mais propensas a desenvolver demência

Pesquisa, feita entre 8.534 gêmeos suecos, mostra que pessoas obesas têm 288% mais chances de desenvolver demência

Efe,

03 Maio 2011 | 10h18

LONDRES - As pessoas de meia-idade com excesso de peso, mas que não sejam obesas, têm 71% mais chances de desenvolver demência que as que estão no peso ideal, revela um estudo publicado na revista Neurology.

 

Veja também:

blog O sarcasmo e a demência

link Quantidades razoáveis de pimenta vermelha ajudam a inibir o apetite

link Brasileiro está mais gordo e bebendo mais, diz estudo

 

A pesquisa, realizada por especialistas do Instituto Karolinska de Estocolmo, foi feita entre 8.534 gêmeos suecos e revela que o excesso de peso pode ser um fator de risco.

 

Outros estudos que já foram publicados indicavam que poderia haver um vínculo entre a obesidade e a demência, mas este é o primeiro que trata da relação do problema com o excesso de peso.

 

As pessoas de meia-idade com um índice de massa corporal (IMC, a associação entre o peso e a altura) maior que 30, consideradas obesas, têm 288% mais de chances de desenvolver demência que aquelas com um IMC de entre 20 e 25.

 

No entanto, as pessoas com excesso de peso - com um IMC de entre 25 e 30 - têm 71% mais chances de desenvolver demência, segundo o estudo.

 

O pesquisador Weili Xu disse à "BBC" que esta pesquisa revela que "estar com excesso de peso também aumenta o risco de desenvolver demência mais adiante".

 

"O risco não é tão considerável quanto quando se é obeso, mas tem uma importância para a saúde pública pelo grande número de pessoas no mundo todo que estão com excesso de peso", acrescentou.

 

De acordo com a pesquisa, no mundo há 1,6 bilhão de adultos com excesso de peso.

Mais conteúdo sobre:
obesidade demência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.