Polícia apreende quase mil frascos de medicamentos em rodovia do Rio

Motorista disse que fabricava os remédios em casa

Tiago Rogero, do estadão.com.br,

23 Maio 2011 | 18h06

RIO - Uma fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF) terminou com a apreensão de 980 frascos de medicamentos fitoterápicos na BR-101 em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. Segundo a PRF, os remédios não tinham registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A apreensão aconteceu na madrugada deste domingo, mas a informação foi divulgada somente no fim da tarde desta segunda-feira, 23, pela assessoria de imprensa da PRF.

Os agentes abordaram uma caminhonete com placa do Espírito Santo na altura do km 78. Os frascos do medicamento foram encontrados no compartimento de carga. O motorista, de 35 anos, que não teve o nome divulgado, não apresentou documento fiscal ou autorização do Ministério da Saúde para o transporte.

Nos rótulos dos fracos, estavam impressos a composição, finalidade e o nome de quem seria o responsável técnico farmacêutico. No entanto, depois de consulta ao Conselho Regional de Farmácia, os agentes descobriram que o farmacêutico não constava nos cadastros.

Entre o material apreendido, havia 22 tipos de medicamentos, desde remédios para problemas vasculares à depressão e impotência sexual. Os agentes encontraram também emagrecedores e complexos alimentares.

De acordo com a PRF, o motorista disse que fabricava os medicamentos em casa, em um galpão, e admitiu não possuir autorização da Anvisa. Ele foi encaminhado à 134ª DP (Campos), assim como o material apreendido. O suspeito foi autuado por manter, para comércio, medicamentos sem registro no órgão de vigilância sanitária competente.

Mais conteúdo sobre:
medicamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.