Por dia, 59 paulistas são internados com complicações da diabete

Os hospitais públicos do Estado receberam mais de 14 mil pacientes atingidos pela doença entre janeiro e agosto

14 Novembro 2013 | 22h04

Entre janeiro e agosto deste ano, mais de 14 mil paulistas foram internados em hospitais públicos do Estado por complicações ligadas à diabete, o que representa uma média de 59 pessoas por dia. O balanço foi divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde hoje, Dia Mundial da Diabete.

Considerando todo o ano de 2012, foram 22.076 internações relacionadas a complicações da diabete, uma média de 61 por dia. No ano anterior foram 23.250, ou 64 por dia.

O médico Daniel Magnoni, da Divisão de Nutrição Clínica do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, lembra que a diabete do tipo 2, mais comum em obesos e idosos, pode ser evitada. "É fundamental lembrarmos que a diabete do tipo 2 pode, sim, ser prevenida por meio da redução de peso, prática de atividade física e a diminuição do consumo de carboidratos, açúcar, sal e gordura saturada", afirma.

Segundo o médico, a diabete, quando fora de controle, pode levar a quadros de arteriosclerose, distúrbios metabólicos, lesões nos rins e até a episódios de acidente vascular cerebral (AVC).

Abaixo, Magnoni lista algumas dicas de prevenção contra a doença:

 

1. Fazer análises regularmente para medir o nível de glicose no sangue, especialmente para quem faz parte dos grupos de maior risco: obesos, sedentários, maiores de 45 anos, pessoas com histórico familiar da doença

2. Adotar um cardápio mais saudável, eliminando a gordura da dieta, como carne de porco, creme de leite, manteiga ou óleo de soja para o preparo das refeições

3. Consumir mais fibras e reduzir calorias, apostando em frutas, legumes e verduras

4. Fazer exercícios físicos

5. Controlar o peso

Mais conteúdo sobre:
diabete internação São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.