Prefeito de Buenos Aires encoraja turistas, apesar da gripe

Preocupadas com a queda da receita do turismo, autoridades procuram minimizar o risco de contágio

Efe,

02 Julho 2009 | 22h42

O prefeito de Buenos Aires, Mauricio Macri, incentivou nesta quinta-feira, 2, os turistas a visitar a capital argentina apesar do avanço da gripe suína no país.

 "Recomendo (aos turistas) que não percam a chance de desfrutar de uns dias de férias em Buenos Aires, porque não há risco da magnitude do que quiseram instalar nas últimas horas", declarou Macri em um encontro com correspondentes estrangeiros.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

A gripe comum "acompanha todas as comunidades do planeta em todos os invernos. Esta é uma modalidade nova, mas não demonstrou ser pior", argumentou o prefeito, que nos últimos dias ficou temporariamente sem dois de seus mais estreitos colaboradores na Prefeitura por causa do vírus A(H1N1).

 

A queda do turismo na Argentina, e especialmente em Buenos Aires, pelo alarde criado pela expansão da gripe é uma das preocupações das autoridades, que temem uma derrubada no número de visitantes em plenas férias de inverno.

 

Em 2008, mais de 550 mil turistas estrangeiros visitaram Buenos Aires no inverno. Segundo estimativas do setor turístico local, a atividade deste ramo pode ter queda de 30% neste inverno por causa da gripe.

O novo ministro da Saúde da Argentina, Juan Manzur, ratificou hoje que o país vive uma "séria situação" devido ao vírus A(H1N1), que, segundo ele, já deixou 44 mortos. Entretanto, cálculos extra oficiais divulgados pela imprensa elevam esse número para pelo menos 55.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.