1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Remédio experimental contra Ebola cura macacos em testes

ZMapp foi utlizado no tratamento de sete humanos, dos quais dois morreram; cientistas não sabem se droga ajudou os sobreviventes

O medicamento experimental contra o Ebola ZMapp curou todos os 18 macacos infectados com o vírus mortífero em uma pesquisa, o que alimenta esperanças de que o tratamento permita combater o surto que está devastando a África Ocidental. 

Os cientistas administraram o fármaco ZMapp de três a cinco dias depois de infectar os animais em um laboratório. A maioria manifestou sintomas, mas se recuperou completamente. Outros três macacos que não receberam a droga morreram.
No atual surto de Ebola, sete pessoas receberam tratamento com ZMapp, das quais duas morreram. Os médicos, porém, não sabem se o remédio ajudou os sobreviventes.

Com roupas de proteção, profissionais de saúde realizam trabalhos em um porto de Monróvia, capital da Libéria
Com roupas de proteção, profissionais de saúde realizam trabalhos em um porto de Monróvia, capital da Libéria

A oferta do Zmapp é limitada e demorará vários meses para que se produza o suficiente para iniciar estudos em seres humanos.

O relatório foi publicado nesta sexta-feira, 29, no site da revista Nature./AP