Rio registra 150 casos de febre amarela no ano, com 60 mortes

Rio registra 150 casos de febre amarela no ano, com 60 mortes

Município mais afetado é Angra dos Reis, com 40 ocorrências e 14 óbitos; ao todo, 22 cidades foram atingidas

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

13 Março 2018 | 20h40

RIO - Pelo menos 60 pessoas já morreram neste ano no Rio de Janeiro vítimas da febre amarela silvestre. Informe epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde divulgado nesta terça-feira, dia 13, sustenta que já foram registrados 150 casos da doença no Estado.

+++ NYT: Profissionais de saúde correm para vacinar população contra febre amarela

+++ Lollapalooza 2018: Secretaria de Saúde recomenda que público tome a vacina contra a febre amarela

A localidade mais afetada é Angra dos Reis (com 40 casos e 14 mortes), seguida de Valença (com 18 ocorrências e seis óbitos) e Teresópolis (17 casos e sete óbitos). Ao todo, 22 municípios já registraram a doença. Todos os casos são de febre amarela silvestre.

+++ País enfrenta epidemia de notícias falsas sobre febre amarela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.