Rússia proíbe importação de verduras da Espanha e da Alemanha

Moscou - A Rússia anunciou a proibição a partir desta segunda-feira das importações de verduras procedentes da Espanha e da Alemanha após o surto de uma infecção intestinal da qual as autoridades alemãs culparam inicialmente uma remessa de pepinos espanhóis.

Efe

30 Maio 2011 | 12h03

"Se a situação não mudar, proibiremos todas as verduras europeias", afirmou Gennady Onischenko, chefe de saúde russo, à agência "Interfax".

Segundo as autoridades alemãs, o surto de uma variante da bactéria intestinal "E. coli Enterohemorrágica" já causou 13 mortos e contaminou 1,2 mil.

"Pedimos à população que não compre verduras frescas da Alemanha e da Espanha. Que comprem produtos nacionais", declarou Onischenko, quem acrescentou que ordenaram a retirada do comércio das remessas de verduras desses dois países europeus.

Além disso, acrescentou que as autoridades russas ordenaram expressamente nas alfândegas que impeçam a entrada das verduras alemãs e espanholas em território russo.

Pouco antes, Onischenko destacou que a União Europeia não tinha dado nenhuma "explicação razoável" sobre o surto de infecção intestinal que atinge a Alemanha.

Mais conteúdo sobre:
bactéria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.