Reuters
Reuters

Saiba como evitar o 'pescoço de texto', dor na região causada pelo smartphone

Postura inadequada pode levar, em alguns casos, a instabilidades da região cervical, artrose precoce e hérnia de disco; colocar celular na altura dos olhos ajuda a reduzir problema

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

16 Novembro 2016 | 20h00

SÃO PAULO - O hábito de curvar o pescoço para olhar o smartphone e manter essa posição por muito tempo pode causar um problema conhecido como "pescoço de texto", que é a dor na região relacionada com o uso de aparelhos tecnológicos.

"Quando a pessoa se inclina, diminui a curvatura, gerando uma tensão na musculatura para segurar a cabeça. Essa tensão provocada nos músculos se acentua com o uso exagerado e errado do smartphone. Quando é prolongada, começa a causar outros problemas", explica Reginaldo Ceolin do Nascimento, fisioterapeuta da reabilitação cardíaca do Hospital do Coração (HCor).

Nascimento afirma que as consequências variam de pessoa para pessoa, mas que a postura inadequada pode levar, em alguns casos, a instabilidades da região cervical, aumento do atrito entre as vértebras, artrose precoce e hérnia de disco.

"Como o celular está disseminado na juventude, já vemos adolescentes com dor no pescoço. Se a pessoa já trabalha com computador, somando com o smartphone, vai sentir mais dores."

 

VEJA DICAS PARA EVITAR O "PESCOÇO DE TEXTO":

1 - Evite passar muitas horas utilizando o smartphone

2 - Coloque o aparelho na altura dos olhos para evitar curvar o pescoço

3 - Faça atividades físicas e alongamentos para fortalecer e relaxar a musculatura

4 - Realize atividades lúdicas e prazerosas para se desconectar das tecnologias

5 - Se a tensão na região estiver muito grande, busque terapias como massagem e acupuntura

6 - Se a dor começar a ficar muito incômoda, procure ajuda médica

Mais conteúdo sobre:
Saúde dor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.