Saúde descarta casos suspeitos de gripe suína em SP

Jovem chegou do México no dia 16 e foi internato no Emílio Ribas com quadro de tosse, mas não tem febre

Central de Notícias,

27 Abril 2009 | 12h24

SÃO PAULO -
A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo afirmou em nota divulgada na manhã desta segunda-feira, 27, que não há qualquer caso suspeito de gripe suína no Estado. De acordo com a secretaria, na noite deste sábado, 25, um jovem de 24 anos deu entrada no Hospital Emílio Ribas com quadro de tosse e dores no corpo.

 

Veja também: 

linkMéxico confirma 110 mortes e casos suspeitos passam de 2 mil

linkCom na Espanha, gripe suína chega à Europa

linkOMS discute gripe suína e UE convoca reunião

linkEstado de emergência é 'precaução', diz Obama

linkNão há evidências de casos no Brasil

linkEUA declaram emergência de saúde pública

lista Entenda a doença e saiba como ela é transmitida

mais imagens Galeria: Gripe suína

 

O jovem mora em Osasco, na Grande São Paulo, e chegou do México no último dia 16, porém seu quadro clínico não cumpre os critérios do Ministério da Saúde para a definição de caso suspeito de gripe suína, uma vez que ele não apresenta febre.

 

Ainda segundo a nota, por "absoluta precaução", o paciente foi internado para esclarecimento de seu diagnóstico, com suspeita de dengue. Amostras de sangue e secreção nasal serão encaminhadas para análise do Instituto Adolfo Lutz.

 

Neste domingo, 27 de abril, uma mulher que esteve no México entre os dias 12 e 21 e também passou pelos Estados Unidos, procurou o serviço da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, com sintomas de tosse. Ela foi encaminhada para o Hospital Emílio Ribas para avaliação, mas teve alta no mesmo dia, com diagnóstico de sinusite.

 

No comunicado, a secretaria ressaltou que a rede de Vigilância Epidemiológica do Estado está em alerta por conta dos casos registrados no México e nos Estados Unidos. Por causa disso, segundo a nota, "é natural que haja uma atenção maior, mesmo em relação a casos não suspeitos. Até o momento, não existe qualquer evidência de circulação do agente causador da gripe suína no Estado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.