Divulgação
Divulgação

Secretaria do Rio restringe serviços de pediatria em 10 UPAs

Atendimento da clínica médica nas unidades afetadas está restrito a casos mais graves; pacientes serão encaminhados para outras

Alfredo Mergulhão, O Estado de S. Paulo

29 Dezembro 2015 | 16h24

RIO - A Secretaria Estadual Saúde do Rio de Janeiro (SES) restringiu os serviços de pediatria em dez Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) nesta terça-feira, 29. Nesta segunda-feira, 28, havia quatro UPAs com atendimento restrito apenas às crianças em situação grave.

As UPAs com áreas pediátricas prejudicadas são Campo Grande I, Campo Grande II, Santa Cruz, Nova Iguaçu I, Nova Iguaçu II, Duque de Caxias I, Duque de Caxias II, Queimados, Mesquita e Magé. 

O atendimento da clínica médica nessas unidades também está restrito aos casos mais graves, exceto nas UPAs de Duque de Caxias. Os pacientes serão encaminhados para as unidades de saúde mais próximas.

De acordo com o boletim divulgado pela SES, os Hospitais Estaduais Rocha Faria, Albert Schweitzer, Carlos Chagas, Getúlio Vargas, Adão Pereira Nunes, Azevedo Lima, Alberto Torres, Hospital da Mulher Heloneida Studart, Hospital da Mãe e Melchíades Callazans estão funcionando normalmente. Mas os atendimentos são restritos a casos de urgência e emergência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.