Senado libera recursos para combate à gripe suína

O Senado aprovou nesta tarde a Medida Provisória 469, que abre crédito extraordinário de R$ 2,168 bilhões para programas do Ministério da Saúde e dos Transportes de combate e prevenção à gripe A (H1N1). O projeto já havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados e agora segue para sanção.

CAROL PIRES, Agencia Estado

09 Março 2010 | 18h07

"Tendo em vista o estabelecimento da situação de emergência de saúde pública de importância internacional por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS), e o aumento dos casos de contágio e morte, devido à Influenza A H1N1, faz-se necessário crédito destinado à execução de despesas imprescindíveis ao desenvolvimento de ações emergenciais dos Ministérios da Saúde e dos Transportes para prevenção, preparação e combate à pandemia", afirma relatório do senador Geovani Borges (PMDB-AP), aprovado hoje em plenário.

O Ministério da Saúde tem usado o dinheiro liberado pela MP 469, segundo o senador Geovani Borges, para compra de vacinas, distribuição de remédios, ampliação do número de leitos de UTI, fortalecimento das Equipes de Saúde da Família, e também para realização de campanhas e capacitação de recursos humanos. No setor de transportes, o crédito será usado para fortalecimento do controle em portos, aeroportos e fronteiras, estruturação de sala para acompanhamento e divulgação da pandemia de Influenza, capacitação de servidores e aquisição de materiais de proteção individual, que incluem luvas cirúrgicas, álcool gel e máscaras descartáveis.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína Senado recursos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.