Reprodução
Reprodução

Sobe para 41 número de crianças em Santo André internadas com infecção intestinal

Surto, que se mantém restrito a alunos de escola particular, ainda não tem causas confirmadas; três crianças estão na UTI

O Estado de S. Paulo

22 Agosto 2015 | 18h41

Atualizado às 19h28 do dia 23 de agosto

Subiu para 41 o número de alunos de uma escola particular de Santo André que estão internadas em hospitais da Região Metropolitana de São Paulo com infecção intestinal. Cinco estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) - no sábado, eram três. Os dados foram confirmados neste domingo, 23, pela Vigilância Epidemiológica e Sanitária de Santo André.

Na sexta-feira, treze crianças do Colégio Jatobá estavam hospitalizadas. No sábado, o número passou para 39 - apenas o Hospital e Maternidade Brasil informou que concentrava 22 internadas.

A coordenação da escola havia informado as crianças tiveram diarreia, vômito, náusea ou febre ao longo da semana. A Secretaria de Saúde de Anto André explicou que o surto se mantém restrito aos alunos desse colégio e que os casos confirmados são de infecção gastrointestinal (gastroenterite), com quadro de diarreia, dor abdominal, vômito, febre, dor de cabeça e desidratação.

Ainda não se sabe o que causou a infecção. Os resultados dos exames na água e na comida da escola serão conhecidos até quarta-feira, 26. A escola permanecerá fechada até que todos os procedimentos e laudos técnicos sejam concluídos.

O colégio explicou na sexta-feira, em comunicado no próprio site, que a causa da infecção seria "uma bactéria muito agressiva, ainda não havendo o diagnóstico exato de qual seria essa bactéria especificamente." A instituição ressaltou queficou sabendo dos casos na quinta-feira e que, a partir de então, deu início às "medidas possíveis para controlar a situação e minimizar seus efeitos". De acordo com a direção da escola, "4 ou 5" crianças passaram mal no colégio, em dias diferentes.

A Vigilância Epidemiológica e Sanitária de Santo André orienta que, caso alguma criança do colégio apresente tais sintomas, que procure por algum serviço de urgência e emergência. Os casos podem ser comunicados à Gerência de Vigilância Epidemiológica do município pelo telefone 4994-3886 ou pelo site gve-santoandre@saude.gov.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.