Divulgação/Nasa
Divulgação/Nasa

Stardust manobra para segundo encontro com cometa

A manobra da Stardust durou 9 segundos e consumiu 41 gramas de combustível

estadão.com.br, estadão.com.br

23 Novembro 2010 | 19h19

Oitenta e seis dias depois de seu encontro com um cometa, a sonda Stardust da Nasa ativou seus propulsores para ajustar sua trajetória para um encontro com o cometa Tempel 1 em fevereiro de 2011. Ela realizará sua segunda visita a um cometa dentro de quatro meses.

 

"Um cometa já foi, falta um cometa", disse Tim Larson, administrador da missão Stardust e também da passagem da sonda Deep Impact pelo cometa Hartley 2, no início do mês.

 

A manobra da Stardust durou 9 segundos, consumiu 41 gramas de combustível e mudou a velocidade da sonda me 0,33 metro por segundo. O objetivo foi apontar a sonda para um ponto no espaço a 200 km do Tempel 1.

 

Lançada em 1999, a Stardust se tornou a primeira sonda a coletar amostras de um cometa, o Wild 2, que foram enviadas para a Terra numa cápsula, chegando aqui em 2006. Em 2007, a Nasa decidiu reaproveitar a nave para uma missão de contato com o Tempel 1.

 

Além de produzir imagens em alta resolução do cometa, a Stardust vai medir a composição, distribuição e o fluxo das partículas emitidas pelo Tempel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.