GABRIELA BILO / ESTADAO
GABRIELA BILO / ESTADAO

Summit Saúde Brasil: Ser médico sem entender a tecnologia será 'impossível', diz especialista

Diretor da Oracle Health Sciences destacou importância de futuros médicos estudarem inovações em sala de aula

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

14 Agosto 2017 | 18h11

Com a grande quantidade de inovações em big data e machine learning que vão sendo incorporadas a todo momento na Medicina, será impossível para um médico atuar no futuro sem ter o conhecimento básico dessas tecnologias. É o que defende o diretor de inovação da Oracle Health Sciences Summerpal Kahlon, durante o Summit Saúde Brasil 2017, organizado pelo Estado.

"Com a quantidade de inovações que estão chegando, será impossível atuar sem o mínimo conhecimento técnico. Como o médico vai interpretar e saber de onde vieram aquelas informações geradas pela tecnologia? Como vai fazer as perguntas certas e saber o diagnóstico do paciente? Não é preciso saber de programação, mas pelo menos entender como usar esse sistema", avaliou.

Kahlon destacou que será cada vez mais importante que essas inovações sejam estudadas ainda em sala de aula pelos futuros médicos. "Isso é parte de todo o processo de inovação, mas ainda não está sendo muito debatido. O que significa essa incorporação tecnológica? Essa discussão deve ser tão importante quanto aprender biologia."

Mais conteúdo sobre:
Summit Saúde Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.