Tempo seco e frio aumentam internações respiratórias em até 60%

Alergia, resfriado, asma e gripe são apenas algumas das doenças que se intensificam neste período

estadão.com.br

06 Julho 2010 | 15h35

SÃO PAULO - Com o tempo seco e a temperatura variando entre baixa e amena no Estado de São Paulo, o período do inverno contribui para aumentar os problemas ligados ao sistema respiratório. Alergia, resfriado, asma e gripe são apenas algumas das doenças que se intensificam neste período do ano. Por isso, os cuidados com a saúde devem ser redobrados.

 

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que, no período de maio a agosto de 2008, houve 60% mais internações por doenças respiratórias nos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) paulista do que nos quatro meses anteriores.

 

No ano passado, o crescimento foi de 45%. Pneumonia e doenças crônicas das vias aéreas inferiores são os problemas que aparecem com mais frequência.

 

A secretaria está alertando sobre os cuidados necessários para que a população evite se expor aos riscos das doenças tão comuns nesta época. Para diminuir os problemas causados pelo frio e pelo tempo seco, é fundamental manter a higiene doméstica, evitar o acúmulo de poeira e banhos com água muito quente.

 

Ingerir líquidos quentes ao longo do dia, como chás, café e chocolate quente, ajuda a manter o corpo aquecido, mas deve-se evitar o exagero no consumo desses produtos.

 

As variações de temperatura são outro fator que merecem atenção: em casa, no trabalho e em outros locais fechados, costuma-se sentir calor, porém, ao sair desses ambientes, a brusca queda de temperatura pode facilitar a ocorrência de doenças. Por isso, agasalhar-se é fundamental.

 

A inversão térmica é outro fenômeno a ser observado. Em metrópoles como São Paulo, o ar quente localizado nas altitudes impede que o ar frio suba. Com isso, a poluição se concentra em maior quantidade, causando diversos malefícios ao sistema respiratório. Por isso, evite, sempre que possível, horários de picos no trânsito, assim como praticar esportes (caminhar, correr) próximo ao tráfego.

 

Fazer inalação também ajuda o sistema respiratório a remover a "sujeira" acumulada em dias frios e secos. Recomenda-se, ainda, o uso de soro fisiológico para manter a lubrificação dos olhos.

 

"Medidas como essas colaboram para melhorar a qualidade de vida nos dias frios e secos. Assim como no verão, o inverno exige alguns cuidados. São medidas simples, mas que fazem toda a diferença.", afirma o médico pneumologista e coordenador estadual de Saúde, Ricardo Tardelli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.