Temporão nega flexibilização no uso de antiviral contra gripe

Segundo o ministro, toda receita fora do protocolo tem de ser decidida pelo médico e pelas autoridades

Evandro Fadel, da Agência Estado,

04 Agosto 2009 | 14h36

O ministro da Saúde José Gomes Temporão disse que "não existe flexibilização do protocolo para indicação do tratamento da gripe suína com o antiviral oseltamivir" (o Tamiflu). Segundo ele, matérias divulgadas pelos jornais e pela televisão foram "distorcidas". "Isso não existe", garantiu.

 

"Não muda nada. Apenas acrescenta que toda e qualquer prescrição fora do protocolo tem de ser tomada em conjunto pelo médico e pela autoridade sanitária local. É uma excepcionalidade, não rotina".

 

 

Temporão esteve em Curitiba para a inauguração da unidade do Instituto Carlos Chagas que deve produzir insumos para o kit que detecta os vírus da aids e da hepatite C. O ministro acentuou que também será produzido o insumo para detecção do vírus influenza A H1N1. O ministro só não soube precisar em quanto tempo.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.