União Europeia desaconselha viagens ao México

Contrariando recomendação da OMS, bloco europeu pede que voos sejam reduzidos ao mínimo

Associated Press,

28 Abril 2009 | 14h51

A agência de controle de epidemias da União Europeia emitiu uma recomendação contra viagens ao México, por conta da epidemia de gripe suína no país.

 

linkEspecialista pede cuidado com números da gripe suína

linkFAO investigará fazendas onde pode ter surgido gripe suína

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde

especialEntenda a doença e saiba como ela é transmitida

especialVeja como é a ação do vírus H1N1

mais imagens Galeria: Gripe Suína 

 

O Centro Europeu para Controle e Prevenção de Doenças (ECDC) diz que os europeus só devem se dirigir ao México em casos "absolutamente necessários e inevitáveis".

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou que não fossem feitas restrições a viagens internacionais, dizendo que é tarde para conter a disseminação do vírus.

 

Mas a diretora do ECDC, Zsuzsnna Jakab, disse que restringir viagens "é uma das formas de garantir que protegemos a União Europeia" do vírus.

 

As principais operadoras de turismo da Europa já decidiram cancelar os voos para Cancún, no México, em razão da explosão dos casos de gripe suína. A Thomson e a First Choice, pertencentes à alemã TUI Travel, suspenderam os voos para o principal destino turístico mexicano a partir do Reino Unido, assim como a Thomas Cook.

 

Os clientes estão recebendo a opção de remarcar a viagem para outra data ou escolher outro destino. 

 

Os dois casos de gripe suína confirmados no Reino Unido são de um casal que retornou da lua de mel no México. Eles estão sendo tratados em um hospital em Glasgow, na Escócia.  

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.