Divulgação
Divulgação

Confira ranking dos melhores e piores planos de saúde do País

Considerando critérios como satisfação dos usuários e rede de assistência, ANS divulgou índices de desempenho das operadoras

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2015 | 09h00

SÃO PAULO - Com base em critérios como estrutura de atenção à saúde e satisfação dos usuários, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou no dia 18 os índices de desempenho das 1.187 operadoras de saúde do País. Os dados são referentes ao desempenho das empresas no ano de 2014.

Para compor o índice de desempenho, a agência recolhe as notas dadas aos planos em quatro categorias: assistência prestada aos clientes, que vale 40% do índice, satisfação do usuário, estrutura e operação da empresa e aspectos econômicos e financeiros, cada um com o peso de 20%.

Dentro de cada categoria, a agência avalia 28 indicadores, entre eles a proporção de cesarianas realizadas em relação ao total de partos, o número de consultas de beneficiários com 60 anos ou mais, o índice de reclamações e o patrimônio líquido.

Segundo a ANS, 901 operadoras ficaram nas duas melhores faixas do ranking, com notas de 0,6 a 1 (máxima). Essas empresas respondem por 75,9% do mercado de planos. No ano passado, 805 companhias ficaram nessas faixas de melhor desempenho. A alta no período foi de 11,9%.

Com base nos dados da ANS, o Estado fez o ranking das melhores e piores operadoras de saúde com mais de 100 mil beneficiários. A lista não inclui planos de autogestão. Veja abaixo as colocações de cada empresa. Caso seu plano não apareça na lista, faça a busca no site da ANS, que traz o índice das 1.187 operadoras avaliadas.

Mais conteúdo sobre:
ans planos de saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.