Veteranos poderão usar maconha como medicina em Estados americanos

Segundo lei dos EUA, a maconha é ilegal, mas 14 Estados permitem uso sob receita e como analgésico

Efe

28 Julho 2010 | 16h42

WASHINGTON - O Departamento de Assuntos de Veteranos dos Estados Unidos permitirá a partir desta semana que ex-soldados possam consumir maconha de forma medicinal nos 14 Estados onde a prática é legal.

A autorização será publicada em uma circular que será distribuída ao longo da semana nos cerca de 900 centros de atendimento médico administrados pelo Departamento nos EUA.

A maconha com fins medicinais é permitida no Alasca, Califórnia, Colorado, Havaí, Maine, Maryland, Michigan, Montana, Nevada, Novo México, Oregon, Rhode Island, Vermont e Washington, além do Distrito de Columbia.

Segundo a lei federal, a maconha é ilegal, mas os Estados mencionados permitem o uso sob receita médica e como analgésico em determinados casos.

Grupos de veteranos tinham expressado seu temor de que, se consumissem maconha com fim medicinal, acabariam perdendo suas receitas de analgésicos.

Segundo o departamento, um veterano que consumir entorpecentes ilegais poderá perder as receitas. A nova normativa não muda as regras, e simplesmente se limita a precisar como atuar nos Estados onde receitar maconha é legal.

Mais conteúdo sobre:
maconha EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.