Vírus da dengue tipo 4 em circulação em Roraima é originário da Venezuela

Pesquisadores conseguiram sequenciar o genoma do sorotipo, segundo Secretaria da Saúde

Agência Brasil

13 Setembro 2010 | 21h57

BRASÍLIA - Pesquisadores do Laboratório Central de Roraima (Lacen), da Universidade Federal de Roraima e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmaram que o vírus da dengue tipo 4 circulante no Estado veio da Venezuela e é o mesmo que circulou há 28 anos no País. Os pesquisadores conseguiram sequenciar o genoma da dengue tipo 4, segundo a Secretaria da Saúde de Roraima.

Eles compararam amostras atuais do vírus com informações de um banco mundial de genomas. A partir daí, foi identificado que o vírus é proveniente da Venezuela, onde a doença é comum, e que não houve mutação desde 1982.

A descoberta da origem do vírus vai ajudar a Vigilância Epidemiológica no combate à dengue no Estado, onde foram houve três casos confirmados de dengue tipo 4 e nove suspeitos. De acordo com a secretaria, o resultado da pesquisa será publicado em uma revista científica.

Depois de 28 anos, esse sorotipo viral voltou a entrar no Brasil. A maioria dos brasileiros não tem imunidade contra ele, o que aumenta as chances de uma epidemia. No início do mês, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, declarou que a doença está contida em Roraima e que não há evidências de que o vírus tenha se espalhado para outras regiões do País.

Os quatro tipos virais da dengue provocam os mesmos sintomas: dores de cabeça, no corpo, nas articulações e nos olhos, febre, diarreia e vômito. O tratamento é igual para todos os casos, independente do sorotipo.

Mais conteúdo sobre:
dengue Roraima Venezuela Fiocruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.