AP Photo/Alan Diaz
AP Photo/Alan Diaz

Zika alcança a costa do Golfo do México

Estados Unidos detectaram novo caso da doença perto de Tampa; Flórida já tem 42 transmissões locais do vírus

O Estado de S.Paulo

23 Agosto 2016 | 16h00

Autoridades sanitárias detectaram o primeiro caso de zika autóctone perto de Tampa, o que sugere que este vírus que pode causar má-formação se propagou de Miami em direção à costa do Golfo do México, disse o governador da Flórida nesta terça-feira, 23.

"O Departamento de Saúde está investigando cinco novos casos de zika não vinculados a viagens" ao exterior, disse Rick Scott em um comunicado.

Um deles está em Pinellas, um condado a oeste de Tampa e nas costas do Golfo do México, que contém balneários turísticos como Clearwater e St. Petersburg.

 

 

Os outros quatro se mantêm na região do norte de Miami -Wynwood- onde a zika autóctone foi detectada pela primeira vez nos Estados Unidos continental.

Mas, apesar do aparecimento na costa oeste, as autoridades sanitárias "ainda acreditam que a transmissão ativa do vírus tem lugar apenas nas pequenas áreas identificadas de Wynwood e Miami Beach".

Com os novos dados, aumenta para 42 as transmissões locais de zika na Flórida.

Na sexta-feira passada, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) advertiram as grávidas para evitar áreas de Wynwood e Miami Beach. O diretor dos CDC, Tom Frieden, pediu, além disso, que elas considerem postergar visitas à cidade de Miami em geral. /AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.