Por que o Outubro Rosa é tão importante na prevenção do câncer de mama?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que o Outubro Rosa é tão importante na prevenção do câncer de mama?

Adriana Moreira

01 de outubro de 2021 | 07h00

Prepare-se para uma overdose de posts, notícias e campanhas com a hashtag #outubrorosa. Pode parecer só marketing, mas não é: ter um mês dedicado a campanhas de conscientização sobre o câncer de mama é como colocar um alarme no celular para uma reunião. Você sabe que é importante e acha que não vai esquecer, mas… acaba esquecendo se ninguém lembrar. Falando nisso, seus exames estão em dia?

Um mês dedicado a prevenir o câncer de mama é como botar um alarme no celular. Imagem Waldyrano/Pixabay.com

A Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) montou um gráfico com dados do SUS a partir de 2017 que mostra como o número de mamografias aumenta nos meses de outubro e novembro. Em 2019, por exemplo, foram 229.238 exames em março (mês com o menor número) contra 330.239 em outubro e 305.703 em novembro.  Com a pandemia em 2020, o número de mamografias em abril foi de apenas 61.357, mas em outubro deu um salto:  218.508 e mais 258.951 em novembro.

Isso porque além das campanhas batendo na mesma tecla (aliás, já marcou seus exames?), há mutirões por todo o Brasil para a realização de mamografias. A ong Américas Amigas, por exemplo, que atua junto à população de baixa renda, vai percorrer cinco comunidades da Grande São Paulo realizando mamografias gratuitamente ao longo do mês de outubro. É preciso fazer o cadastro aqui.

Já falei sobre mamografia aqui e sim, é um exame chato, não vou te enganar. Mas é rápido – e, mais do que isso, pode salvar vidas. Detectando o tumor no começo, as chances de cura chegam a 95%. Não há por que adiar os exames.

Ah sim, eu sei que existem coisas bem mais divertidas do que sentir uma máquina apertando seu peito em vários ângulos. Mas acredite em mim: se meus exames estivessem em dia, talvez nem quimioterapia eu precisasse ter feito. Pois é, fiquei cinco anos sem me submeter a exames de rotina e me deparei com um nódulo no seio – por sorte, ainda pequeno, mas não o suficiente para me poupar de cirurgia e tratamento. Isso não precisa acontecer com você.

Em tempo: o Outubro Rosa como movimento de conscientização sobre o câncer de mama que surgiu na década de 90 com a Fundação Susan G. Komen for the Cure e tomou proporções mundiais.  

Há muitos eventos programados para este Outubro Rosa, e pretendo acrescentar nesse post novidades conforme for possível. Confira:

Mamografias gratuitas na Grande São Paulo com o Instituto Américas Amigas 

– 01 a 09/10 em Guarulhos: Shopping Bonsucesso – Estrada Juscelino Kubitschek de Oliveira, 5308 – Jardim Albertina, Guarulhos

– 11 a 16/10 no Itaim Paulista: Clube Futura – R. Manuel Rodrigues Santiago, 200 – Jardim Laura, São Paulo

– 18 a 23/10 no Itaim Paulista: Clube Futura – R. Manuel Rodrigues Santiago, 200 – Jardim Laura, São Paulo

– 25 a 31/10 em Paraisópolis: Associação das Mulheres de Paraisópolis – Rua Itamotinga,

100 – Paraíso Morumbi, São Paulo

– 02 a 07/11 em Mauá: Mauá Plaza Shopping – Av. Gov. Mário Covas Júnior, 01 – Centro, Mauá – SP

Oficinas de automaquiagem

O projeto De Bem Com Você –  A beleza contra o câncer oferece uma programação com oficinas e palestras. Sábado (2), às 10h, haverá uma oficina de automaquiagem. No dia 14, às 20h, um bate-papo sobre autossuperação x autoestima; e no dia 19, às 20h, o tema será cuidados com a pele em casa. Confira a programação completa no Instagram @debemcomvoceoficial

Oncoguia e Instituto do Câncer SP

Durante o mês de outubro, as sextas-feiras serão dedicadas a lives para tratar do tema com especialistas. O primeiro bate-papo será hoje (1), às 16h30, com o tema 7 Mulheres e o Câncer de Mama: de Mulher para Mulher. Inscrições aqui.

Tudo o que sabemos sobre:

câncercâncer de mama

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.