USDA/Divulgação
USDA/Divulgação

5 perguntas e respostas sobre a Síndrome de Guillain-Barré

Doença apresentou aumento atípico nos últimos meses no Nordeste

O Estado de S. Paulo

25 Novembro 2015 | 22h38

A Fiocruz de Pernambuco comprovou em pacientes brasileiros a relação entre o zika vírus e a Síndrome de Guillain-Barré (SGB), doença rara que também apresentou um aumento atípico nos últimos meses no Nordeste. 

Veja abaixo 5 perguntas e respostas sobre a SGB:

1. O que caracteriza uma doença autoimune como a Síndrome de Guillain-Barré (SGB)?

São doenças nas quais o sistema imunológico, por alguma razão, perde a capacidade de reconhecer determinadas células do próprio organismo e passa a atacá-las. 

2. Qual é a incidência?

É doença muito rara, com incidência anual de 0,6 a 4 casos a cada 100 mil pessoas. 

3. Quais são os seus principais sintomas?

A doença começa a aparecer como uma fraqueza nas pernas, acompanhada de formigamento. Essa fraqueza vai subindo até os membros superiores e eventualmente leva a uma paralisia. Em poucos casos pode ser fatal.

4. Como é o desenvolvimento?

O que ocorre com o indivíduo é um ataque aos gangliosídeos - moléculas que misturam cadeias de lipídeos e açúcares e estão presentes em alta concentração nos nervos periféricos. São esses nervos que levam os sinais do sistema nervoso central - cérebro e medula - para todos os tecidos do corpo, incluindo a musculatura. Por isso a pessoa tem fraqueza e paralisia.

5. O que causa a SGB?

Uma série de fatores simultâneos. A pessoa pode ter uma predisposição genética à doença e, em algum momento da vida, um evento como uma infecção, por exemplo, desencadeia o processo. Sabe-se ainda que algumas bactérias e vírus carregam gangliosídeos em sua superfície.

Mais conteúdo sobre:
FiocruzPernambuco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.