53% da população mundial afirmam estar acima do peso, mostra pesquisa

Entre os brasileiros, 12% dizem tomar medicamentos para emagrecer, acima da média do continente

Fernanda Bassette, de O Estado de S. Paulo,

23 de janeiro de 2012 | 22h59

SÃO PAULO - Mais da metade da população mundial, ou 53% das pessoas, considera-se acima do peso. Moradores da América Latina superam essa média global, já que 58% dos entrevistados dizem estar acima do peso ideal.

Os resultados mundiais serão divulgados nesta terça-feira, 24, e integram uma pesquisa sobre tendências de alimentação realizada pela Nielsen em 56 países, incluindo o Brasil. Foram entrevistadas 25 mil pessoas. De acordo com a pesquisa, 74% dos entrevistados declararam mudar hábitos alimentares e fazer dieta para perder peso, seguido da prática de exercícios físicos (61%). Além disso, 52% dos entrevistados não entende nada ou quase nada do que vem descrito nos rótulos das embalagens.

“Entendemos que isso é um alerta para os fabricantes. É de senso comum, por exemplo, que chocolate engorda, porém quase não se fala sobre os benefícios do cacau para o coração”, diz Claudio Czarnobai, analista da Nielsen.

A pesquisa demonstra que 8% dos entrevistados da América Latina afirmam usar remédios para perder peso. Os brasileiros, no entanto, superam esse índice: 12% dizem tomar medicamentos.

“Muitas pessoas não ficam satisfeitas em perder só o peso necessário para ser saudável e acabam tomando medicamentos sem necessidade”, alerta Rosana Radominski, presidente da Associação Brasileira para Estudo da Obesidade (Abeso).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.