672 formados no exterior vão entrar na segunda fase

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que 672 profissionais formados no exterior e inscritos na segunda rodada do Programa Mais Médicos foram indicados para atuar em 237 municípios e 8 Distritos Sanitários Especiais Indígenas.

Ligia Formenti, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2013 | 02h07

Pelo cronograma do governo, profissionais que confirmarem participação no programa devem chegar ao País entre 4 e 6 de outubro. Assim como o primeiro grupo, eles terão de passar por três semanas de avaliação antes de serem enviados para a cidade onde deverão atuar. O segundo curso do gênero deve começar no dia 7. O grupo é de 40 diferentes nacionalidades (163 são brasileiros com diplomas do exterior) e tem registro profissional em 28 países.

Pelo anúncio de ontem, São Paulo receberá o maior número de médicos (99), seguido do Rio Grande do Sul (80), do Paraná (58), do Acre (43) e de Minas Gerais (38). Até agora, 16.625 vagas foram requisitadas por 4.025 cidades participantes do programa.

Tudo o que sabemos sobre:
Mais Médicosestrangeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.