975 mil se vacinaram duas vezes em GO, alerta secretário

Segundo Cairo de Freitas, nova campanha de combate à febre amarela será veiculada em rádios e TVs de Goiás

Milton Rocha Filho, da Agência Estado,

22 de janeiro de 2008 | 14h58

O secretário da Saúde de Goiás, Cairo de Freitas alertou nesta terça-feira, 22, que "cerca de 975 mil pessoas em Goiás já se vacinaram em duplicidade, o que é desnecessário". Freitas destacou ainda que foram confirmados casos de epizootia - morte de macacos por febre amarela silvestre - em 67 municípios goianos. Em 2008, foram confirmados oito óbitos em Goiás por febre amarela. Duas mortes suspeitas ainda aguardam confirmação de laudos.     Veja também: Entenda a doença e veja as áreas em risco  Superdosagem da vacina faz 31 vítimas     Segundo o secretário da Saúde de Goiás, no primeiro momento o foco do combate à febre amarela estava na vacinação, ou seja, recrutar as pessoas que nunca tinham tomado a vacina ou que foram imunizadas há mais de dez anos a procurar os postos de saúde. Isso porque de 1999 a 2007 já foram distribuídas 6,8 milhões de doses para uma população de 5,8 milhões pessoas em Goiás, quantidade de doses suficiente para imunizar toda a população do Estado. Ele explicou ainda que de 17 de dezembro de 2007 até 21 de janeiro, o Ministério da Saúde (MS) já distribuiu 3,4 milhões de doses para Goiás.   "Este é um cuidado médico, além de uma recomendação técnica e ética", explica Freitas, ao determinar que se tenha um maior rigor na hora de vacinar e evitar que pessoas sejam imunizadas em duplicidade. Goiás é prioridade para o ministério na distribuição da vacina. O secretário anunciou também que será veiculada uma nova campanha de combate à febre amarela em rádios e TVs de Goiás a partir desta terça-feira, 22.

Tudo o que sabemos sobre:
febre amarela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.