A bebida que alivia os males do corpo

Há quem não se apegue ao sabor, mas todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já degustou uma xícara de chá. Afinal, bebida é uma espécie de curinga nas receitas domésticas para melhorar o humor e a saúde. Erva-cidreira para acalmar os nervos, hortelã para diminuir a dor de estômago, camomila para aliviar cólicas e combater a insônia... No caso do Brasil, o potencial terapêutico é tão marcante que chega a limitar o mercado do produto. "As pessoas não têm o hábito de tomar chá por prazer, mas quando estão com dor de barriga", diz Carla Saueressig, proprietária da Loja do Chá, em São Paulo. Descoberto na Índia, o chá - infusão feita com folhas de plantas - foi levado para o Japão há mais de 3 mil anos pelos monges budistas da seita Zen. Mas só ganhou fama séculos mais tarde, graças aos ingleses, que passaram a comercializar o produto - daí a fama dos chás ingleses. Em muitos países o consumo do chá é tão fortemente associado ao prazer quanto o cafezinho no Brasil. Muitos brasileiros nem imaginam que, enquanto o café aumenta a quantidade de gordura nas artérias, o chá diminui, o que ajuda a reduzir o nível de colesterol no sangue. Esta seria um das razões dos baixos índices de colesterol e da longevidade apresentada pelos orientais, que são consumidores fanáticos da bebida.Um cardápio variado pode aplacar problemas de saúde em várias frentes. Com chá de espinheira santa o consumidor afasta o risco de ter gastrite e úlcera, a erva-cidreira tem efeito calmante e atua bem contra a ansiedade, carqueja é mais indicada contra diarréia, ginseng em pó é bom contra a fadiga, guaco é expectorante e broncodilatador, mentrasto é um antídoto contra a artrose, quebra-pedra atua nas vias urinárias e é eficaz contra cálculos renais, folha de alcachofra é remédio contra prisão de ventre, folha de alface reduz a irritação, boldo-do-chile pode derrotar uma dor de estômago e catuaba é uma espécie de Viagra natural, um inimigo da impotência sexual masculina.Chá também é recomendado para diminuir a tensão, quando feito de folha de tília. Já a de sabugueiro é eficaz contra hemorróidas, enquanto a folha de tiririca é receitada contra a menstruação desregulada e a flor de violeta é indicada para reduzir o catarro. Há vários tipos de chá e muitas formas de prepará-lo. No Brasil, o mais popular é o mate. Muito antes da colonização portuguesa, já era consumido pelos gaúchos, no chimarrão. Principalmente no sul a erva-mate já era usada pelos índios, que reverenciavam "caá", palavra em Guarani que significa "erva excelente". Ao conhecer os benefícios da infusão preparada com essa erva, os jesuítas e os europeus que já residiam por aqui desenvolveram técnicas de armazenagem e conservação das folhas e talos. Verde, torrada ou moída, a folha do mate traz inúmeros benefícios à saúde. Uma xícara de mate contém inúmeros nutrientes, entre eles proteínas, fibras, carboidratos, vitaminas A, C e do complexo B, cálcio, ferro, potássio e manganês.Carla estende a preferência ao chá preto. Sugere até que este chá vai muito bem com churrasco. Afinal, argumenta ela, o chá preto é mais encorpado e combina com o sabor apurado da carne vermelha. Isso sem falar no tanino, componente que ajuda na digestão. Para os menos ousados, o Lat Sang Sou Chong, um chá defumado chinês que tem cheiro de bacon, vai muito bem com o fondue de queijo, e também ajuda na digestão. Outra idéia que parece interessante é casar o tradicional frango com legumes com o chá verde e preto com jasmim, girassol e pétalas de rosa. Para chegar a todas essas combinações, que para muitos podem parecer esdrúxulas, o segredo é muita pesquisa. Nesta seara, existe inclusive a figura do provador de chá, o tea tester. Ele tem de ter no máximo 19 anos (porque o paladar também envelhece) e seguir hábitos quase monásticos, como não comer pimenta, não fumar nem tomar bebidas alcoólicas.Para entrar no ofício, o tea tester tem ainda de fazer um curso que dura cinco anos com um provador de chá reconhecido como tal, e ao final do curso existe a possibilidade de o aprendiz não sair habilitado para a função. É muito importante prestar atenção à qualidade das ervas. Uma marca de chá reconhecida sempre exige provadores de chás e engenheiros químicos responsáveis pelo produto. Carla afirma que a qualidade do chá orgânico é excepcional. E, se der vontade de tomar um chá que, além de orgânico, seja raro, vale a pena experimentar o Mudan, um chá de origem chinesa e composto por folhas verdes tenras, colhidas de uma plantação especial. O Mudan é puro artesanato - suas folhas são costuradas em forma de flor. O preço de cada flor é salgado (R$ 17), mas ele soma arte e sabor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.