MD Anderson Cancer Center
MD Anderson Cancer Center
Conteúdo Estadão Blue Studio

‘A doença não para, mesmo durante uma crise sanitária’

Para Welela Tereffe, diretora médica do MD Anderson Cancer Center, dos Estados Unidos, pacientes não devem deixar de procurar tratamento

Marcella Centofanti, Estadão Blue Studio

27 de julho de 2021 | 07h30

A pandemia de coronavírus trouxe desafios adicionais aos pacientes com câncer. No início do ano passado, quando a covid-19 se espalhou pelo mundo, o sistema de saúde público e privado concentrou os esforços no combate ao novo vírus. Terapias, exames de diagnóstico e cirurgias foram adiados ou cancelados, deixando pacientes oncológicos sem cobertura. Com o avanço da vacinação e a contenção do vírus, a expectativa é de que os atendimentos se normalizem. Nos Estados Unidos, onde 48% da população está totalmente imunizada, a procura é crescente. “O volume de pacientes para tratamento e exames de câncer começou a se recuperar no outono de 2020, e estamos satisfeitos em ver que a tendência de crescimento continua neste ano”, afirma Welela Tereffe, diretora médica do MD Anderson Cancer Center, considerado o melhor hospital de oncologia dos Estados Unidos. Além de ser seguro receber atendimento agora, explica a especialista nesta entrevista ao Estado, Welela também fala sobre a relação entre o câncer e a vacina e os novos avanços no tratamento da doença.

Como saber se os imunizantes funcionam para pacientes com câncer, cuja imunidade é comprometida?

Pessoas com diagnóstico de câncer que não receberam tratamentos imunossupressores foram incluídas no estudo da Pfizer. Após uma revisão cuidadosa de todas as evidências científicas disponíveis, os especialistas clínicos do MD Anderson determinaram que todas as vacinas para covid-19 autorizadas pela Food and Drug Administration (FDA) para uso emergencial (Pfizer, Moderna e Janssen) são seguras e recomendadas para pacientes com câncer, antigos e atuais. As vacinas são seguras para quem está em tratamento, mas provavelmente serão mais eficazes se programadas em coordenação com o calendário de tratamento da doença.

Pacientes com câncer precisam de uma terceira dose de vacina contra covid-19?

Estudos observacionais estão em andamento. No momento, a FDA não forneceu orientações adicionais.

Para muitas pessoas, o câncer pode ser tratado com sucesso. Mesmo assim, continua temido e visto por muitos como uma sentença de morte. O que falta para que esse pensamento mude?

Meus pacientes me ensinaram que você pode ter medo de coisas além de seu controle e ainda pode seguir em frente. No MD Anderson, somos 22 mil pessoas unidas em uma única missão: acabar com o câncer. Todos aqui compartilham essa paixão, e os pacientes que vêm aqui sentem essa verdade. Quero que o mundo saiba que estamos empenhados em fazer o que for preciso para acabar com o câncer e que novos avanços nas pesquisas e avanços no tratamento estão acontecendo agora.

O que a medicina e os pacientes podem esperar nos próximos anos, em relação às terapias e ao diagnóstico do câncer?

Nos casos de câncer em que ocorreram ensaios clínicos graduais e consistentes, observamos um aumento na sobrevida e uma melhora na qualidade de vida. O câncer de pulmão é um exemplo em que vimos avanços nos últimos cinco anos. Além disso, novas terapias, incluindo imunoterapia, estão transformando significativamente o tratamento do câncer, e ensaios clínicos estão em andamento para explorar essa opção em mais tipos de câncer, a fim de impactar a vida de mais pacientes.

Conteúdo produzido pelo estadão blue studio, a área de conteúdo customizado do estadão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.