Ana Freitas/AE
Ana Freitas/AE

Abuso de álcool influencia parceiro

Quando um bebe demais, o outro também tende a consumir em excesso, mostra estudo

das agências de notícias,

19 de dezembro de 2011 | 12h14

 Se o seu parceiro bebe em excesso, cuidado. O comportamento dele pode influenciar sua atitude. Isso é o que revela um novo estudo, feito pelo departamento de psicologia da Universidade Dalhousie, em Halifax, no Canadá.

Os autores estudaram 208 casais de namorados, todos na faixa dos 20 anos. Os casais tinham, pelo menos, três meses de relacionamento e se encontravam, no mínimo, cinco vezes por semana. O tempo de relação, em média, era de dois anos.

O estudo acompanhou os casais ao longo de 28 dias. Ao longo do período, os autores foram capazes de predizer o porre de um parceiro após o abuso de álcool por parte do outro.

O estudo oferece uma explicação inédita sobre por que adultos consomem álcool em excesso: isso pode estar associado ao fato de o relacionamento amoroso promover esse consumo.

"O estudo serve de alerta: escolha bem seus amigos e namorados porque eles têm mais influência sobre você do que você pensa", diz Simon Sherry, um dos autores. “Não somos ingênuos a ponto de achar que estudantes não vão beber álcool. Mas nosso estudo mostra que vários deles estão em relacionamentos em que beber acontece com muita regularidade", completa ele.

Mas o estudo também levanta outras dúvidas: será que pessoas que bebem muito naturalmente andam juntas? Será que cada parceiro tem histórico familiar de alcoolismo? Essas, entre outras perguntas, ainda não têm resposta, dizem os autores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.