Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Adolescente morre com diagnóstico de dengue em Marília

Com essa, já são três as mortes por suspeita da doença na cidade - em todo o Estado de São Paulo já são 17 casos

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

18 de fevereiro de 2015 | 21h26

SOROCABA - Um adolescente de 14 anos morreu na terça-feira, 17, trinta horas depois de apresentar sintomas da dengue, em Marília, no centro-oeste do Estado de São Paulo. Ele estava internado na Santa Casa da cidade e a causa da morte, dengue D, do tipo hemorrágico, consta do atestado de óbito. A Secretaria de Saúde do município, no entanto, aguarda os exames do Instituto Adolfo Lutz para a confirmação da causa da morte. A prefeitura lamentou o óbito.

Com essa, já são três as mortes por suspeita de dengue na cidade - no Estado todo já são 17 casos. A cidade já tem 1.827 casos da doença e está em situação de emergência. Na região, outro caso de dengue hemorrágica foi registrado em Lins - a vítima, do sexo masculino, tinha 44 anos.

Em Sorocaba, a Secretaria de Saúde confirmou a primeira morte por dengue. Outros quatro óbitos em que os pacientes tinham sintomas da doença continuam sob investigação. Em dois casos, a sorologia foi positiva. No caso confirmado, a vítima foi uma mulher de 57 anos. Os casos de dengue saltaram de 1.476 para 2.424 em uma semana.

Tudo o que sabemos sobre:
MaríliadengueSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.