Adolescentes saudáveis se consideram 'muito gordos'

Pesquisa feita pelo IBGE constatou que principal problema nutricional ainda é o excesso de peso

Felipe Werneck e Alessandra Saraiva, Estadão.com.br

27 de agosto de 2010 | 09h57

RIO DE JANEIRO – Mais de um terço das adolescentes brasileiras se autodenominavam como "muito gordas" mesmo com estado nutricional adequado, na Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo foi feito com base em entrevistas realizadas em 2009 com 60.973 estudantes adolescentes do 9º ano do Ensino Fundamental nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal. De acordo com a análise, 35,8% das meninas entrevistadas se declararam muito gordas, embora apresentassem estar bem de saúde. Entre os meninos, 21,5% se classificaram como muito gordos.

 

O resultado da pesquisa mostra que quase 90% dos meninos e meninas que tentaram ganhar peso estavam dentro do estado nutricional adequado. Entre as meninas que tomaram alguma atitude para perder peso, 51,5% apresentavam estado nutricional adequado, ante 29,8% dos meninos na mesma situação. A pesquisa nas escolas confirmou como principal problema nutricional o excesso de peso, categoria que compreende o sobrepeso e a obesidade.

 

A maioria dos estudantes entrevistados (74%) encontrava-se dentro do peso considerado adequado. Adolescentes com déficit de peso responderam por apenas 2,9% da amostra; pessoas com sobrepeso tiveram fatia de 16,0% e adolescentes obesos foram 7,2% do total entrevistado. O IBGE informou ainda que o sobrepeso entre adolescentes é mais freqüente entre os estudantes de ensino privado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.