Charlie Neibergall/AP
Charlie Neibergall/AP

Herbicida 2,4-D 'possivelmente' cause câncer, alerta agência

Apesar de não concluir relação entre o agrotóxico e o mal, pesquisa deve prover mais argumentos a ambientalistas contrários a insumos

O Estado de S. Paulo

23 Junho 2015 | 11h38

NOVA YORK - A Agência Internacional de Pesquisa para o Câncer (Iarc, na sigla em inglês) afirmou nesta semana que o 2,4-D, um herbicida amplamente usado na agricultura, "possivelmente" cause câncer em humanos. A descoberta deve prover mais argumentos a ambientalistas que defendem que reguladores criem maior controle sobre os produtos químicos utilizados na agricultura e sobre as empresas e grupos que produzem esses insumos. 

A conclusão da Iarc, ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), foi feita com base em pesquisas já existentes. Entretanto, o resultado não conclui que o 2,4-D cause câncer, mas também não aponta o produto como seguro à saúde.

A empresa Dow Chemical, uma das que produz o herbicida, afirmou, em nota, que o público poderia "interpretar de forma errada" a classificação da Iarc. /DOW JONES NEWSWIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.