Agência espacial usa tecnologia para melhorar cultivo da vinha

Serviço informa dados sobre umidade do solo e ajuda a controlar irrigação

Efe,

21 de dezembro de 2011 | 09h29

 A Agência Espacial Europeia (ESA) informou ter desenvolvido um novo serviço que ajuda a melhorar o cultivo da vinha, com a finalidade de reduzir os custos de água, melhorar a eficácia do trabalho e diminuir custos.

Conhecido como "grapelook", o sistema começou a ser utilizado na última colheita, tem agora seu primeiro balanço. Ele usa uma tecnologia que combina dados sobre a observação da Terra e medidas do terreno.

A ESA explicou que para utilizar a água de maneira eficiente, os agricultores precisam de informações sobre a produção de suas colheitas e o consumo de água, tarefa facilitada pelo novo sistema.

A informação sobre umidade do solo é enviada em tempo real a um centro de processamento através de uma conexão via satélite. Segundo o comunicado, o aplicativo utiliza um sistema remoto de detecção para controlar quanta água é eliminada das vinhas, quanta biomassa é originada e a eficácia da irrigação.

Uma vez processada, a informação é disponibilizada na Internet para que os viticultores possam identificar as melhores práticas e reduzir o trabalho e os  custos.

O "grapelook" foi testado em um grupo reduzido de viticultores na África do Sul, que se conectaram regularmente à rede para ver o estado de seus cultivos, além de receber previsões sobre a umidade do solo e os requisitos de irrigação de seus terrenos.

Os participantes, segundo a ESA, concordam que o sistema foi útil para controlar a irrigação e o crescimento das vinhas. A agência destacou que ele pode ajudar a incrementar a quantidade de uvas produzidas e a qualidade do vinho.

Segundo a agência, o próximo passo é estender o serviço a outras zonas e colheitas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.