Agenda: SUS debate Centro de Saúde Amigo do Idoso

O Ministério da Saúde vai começar a implantar o Programa Centro de Saúde Amigo do Idoso, que será executado em parceria com estados e municípios. Para discutir estratégias para a criação de centros adaptados às necessidades dos idosos, com ambientes e atendimento adequados, o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) realizam, hoje e amanhã, em Brasília, a Oficina Internacional de Trabalho do Programa Centro de Saúde Amigo do Idoso, no Bay Park Hotel. Rio de Janeiro e Brasília serão as primeiras cidades a ter um Centro de Saúde Amigo do Idoso. No projeto piloto serão levantadas as necessidades da população idosa e qual a melhor forma de atendê-las. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 8% da população brasileira tem 60 anos ou mais. Para o coordenador da área técnica de saúde do idoso, José Luiz Telles, "a população envelhecida necessita do controle sistemático de doenças crônicas, como as complicações do diabetes e doenças cardiovasculares". Com centros de saúde exclusivos para os idosos, o Ministério da Saúde poderá oferecer o acompanhamento dessas doenças. Os pacientes com hipertensão arterial, por exemplo, têm de verificar como está a pressão com freqüência e poderão fazê-lo sistematicamente no Centro de Saúde Amigo do Idoso. As informações são da Agência Saúde.

Agencia Estado,

04 de abril de 2006 | 12h03

Tudo o que sabemos sobre:
agenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.