Paul Tixier/CNRS
Paul Tixier/CNRS

Albatroz altera hábitos devido a mudanças climáticas

Aumento da intensidade dos ventos leva a modificações na alimentação e reprodução das aves

estadao.com.br,

12 de janeiro de 2012 | 18h33

 Uma espécie de albatroz alterou seus hábitos alimentares devido a mudanças nos ventos no hemisfério sul, especialmente num arquipélago no Oceano Índico, nas últimas décadas. Como os ventos aumentaram de intensidade e mudaram de direção, a velocidade de voo dos animais aumentou e agora eles gastam menos tempo se alimentando. Como consequência, as taxas de reprodução também aumentaram e os pássaros ganharam um quilo, em média. Esses são os resultados de um estudo publicado na Science. No entanto, essas mudanças positivas podem durar pouco se a mudança nos ventos seguir as predições do cenário das mudanças climáticas.

Os autores descobriram que as aves mudaram seus padrões de busca de alimento seguindo mudanças nas condições dos ventos nas últimas duas décadas. As fêmeas usaram mais as áreas com mais vento para alimentação. Como consequência, a velocidade das aves aumentou, sem que mudanças na área percorrida. Isso significa que elas passam menos tempo no mar enquanto estão incubando ovos, o que aumenta a taxa de sucesso da reprodução.

No entanto, cientistas preveem mais mudanças nos ventos que podem obrigar os albatrozes a voar ainda mais para encontrar boas condições de voo.

A população desses animais, as maiores aves marítimas, têm diminuído nos últimos 25 anos. Elas estão ameaçadas por fatores como captura acidental em pescarias e pela introdução de animais como gatos, que ameaçam as colônias de reprodução.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.