Reuters
Reuters

Álcool mata mais que aids, tuberculose e violência, diz OMS

Segundo relatório, consumo de álcool é responsável por cerca de 4% das mortes no mundo

Reuters

11 Fevereiro 2011 | 12h34

O álcool provoca cerca de 4% das mortes no mundo. Esse número representa mais do que as mortes provocadas pela aids, tuberculose ou violência, informou a OMS nesta sexta-feira, 4. Segundo os dados, o aumento da renda provocou mais o aumento dos níveis de alcoolismo nos países mais populosos na África e na Ásia, incluindo a Índia.

 

Veja também:

link Estudo mostra que 3% dos universitários que ingerem álcool têm alto risco de dependência

link Mulheres que bebem na gravidez podem prejudicar fertilidade dos filhos

 

Políticas de controle de consumo de álcool ainda são fracas e permanecem tendo baixa prioridade entre os governos, apesar do alto custo que o consumo de álcool para a sociedade com acidentes de trânsito, doenças e abandono de crianças.

 

Aproximadamente 2,5 milhões de pessoas morrem todos os anos de causas relacionadas ao álcool, disse a OMS em seu "Relatório Global sobre o Álcool e a Saúde". O álcool provoca doenças e lesões de 60 tipos, contabiliza a agência da ONU desde seu primeiro relatório em 2004.

 

Seu consumo já foi ligado a cirrose, epilepsia, envenenamento, acidentes de tráfego, violência e diversos tipos de câncer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.