Alongar-se antes de correr não tem impacto sobre lesões, diz estudo

Mais de 2 mil voluntários, com idade mínima de 13 anos e que corriam ao menos 16 km por semana, foram recrutados via internet pela equipe de pesquisadores dos EUA

estadão.com.br,

22 Fevereiro 2011 | 16h37

SÃO PAULO - Alongar-se ou não, de acordo com um estudo da Universidade George Washington (EUA), não tem impacto algum sobre o risco de ter lesões durante uma corrida a pé. A afirmação, no entanto, ainda é bastante controversa, afirma um médico responsável pelo estudo.

 

Veja também:

link Musculação para mulheres, durante toda a vida

 

"Algumas pessoas dizem que é necessário alongar-se, outras dizem que não, e todas as vezes que tentei estudar o assunto descobri que autores extrapolavam os resultados a ginastas ou jogadores de futebol, mas nada relacionado diretamente à corrida", afirma o estudioso.

 

Dr. Daniel Pereles e sua equipe recrutaram de forma randômica, via internet, 2.729 voluntários, com idade mínima de 13 anos e que corriam pelo menos 16 quilômetros por semana. Por três meses, corredores de um grupo fizeram alongamento completo durante mais ou menos 5 minutos antes de se exercitarem. Todos os entrevistados mantiveram os outros hábitos e reportaram qualquer tipo de lesão.

 

Os resultados do estudo, apresentados nesta semana no encontro anual da Academia Americana de Cirurgias Ortopédicas, mostra que a taxa de lesões em ambos os grupos - com e sem alongamentos - foi a mesma, de 16%. Os fatores de risco mais significantes foram o histórico de lesões crônicas ou algum tipo de lesão nos últimos quatro meses, além dos casos em que o atleta apresentava um elevado Índice de Massa Corporal (IMC).

 

(Com Reuters)

Mais conteúdo sobre:
alongamento corrida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.