Amazonas confirma primeira morte por dengue em 2011

Secretaria de Estado da Saúde descartou, no entanto, a possibilidade de dengue tipo 4 como causa da morte

Michelle Portela, especial para o Estado

18 Janeiro 2011 | 11h32

MANAUS - A primeira morte por dengue no Amazonas em 2011 foi confirmada na tarde de segunda-feira, 17, pelas autoridades de Saúde. Gisélia Ribeiro Bacelar, 61, morreu vítima da doença, acompanhada de choque hipovolêmico, na última quinta-feira, 13. No entanto, a Secretaria de Estado da Saúde (Susam) afastou a possibilidade de dengue tipo 4 como causa da morte.

 

Veja também:

link Equipe pede instalação de hospital de campanha em Rondônia

link 21 Estados apresentam alto risco de epidemia de dengue neste verão

 

Em 2010, o Amazonas registrou 4.182 casos de dengue. Desses, 2.585 ocorreram em 28 cidades do interior, e 1.597 foram registrados em Manaus. Apesar da oscilação do número de casos a cada ano, o Amazonas não registra epidemia desde 2001. Em 2010, dos 28 municípios do interior do Amazonas com registro de transmissão de dengue, sete - Humaitá, Codajás, Coari, Itacoatiara, Tefé, Barcelos e Lábrea - entraram nesta segunda-feira para o grupo de alto risco de epidemia da doença.

 

Na semana passada o ministro da saúde, Alexandre Padilha, anunciou que dezesseis Estados do País estão sob risco muito alto de enfrentar uma epidemia de dengue neste verão e outros cinco estão sob risco alto. No Amazonas, o risco é muito alto.

Mais conteúdo sobre:
dengueAmazonas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.