Billy H.C. Kwok/The New York Times
Billy H.C. Kwok/The New York Times

Americana que estava internado na China morre de infecção por coronavírus

Esse é o primeiro caso de morte de algum cidadão do país pelo vírus

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2020 | 03h28

TÓQUIO - Uma cidadã norte-americana de 60 anos diagnosticada com coronavírus morreu no Hospital Jinyintan, em Wuhan, na China, na última quinta-feira, 6, segundo um porta-voz da embaixada dos EUA em Pequim. A informação foi dada apenas neste sábado, 8, no que parece ser a primeira morte de um americano pelo surto. "Oferecemos nossas sinceras condolências à família pela perda", disse o porta-voz. "Por respeito à privacidade da família, não temos mais comentários".

Até o meio-dia de quinta-feira, houve 19 casos de estrangeiros infectados com o coronavírus, dos quais dois receberam alta do hospital e 17 estavam em quarentena e tratados, disse Hua Chunying, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, a repórteres em um boletim na quinta. 

Também em Wuhan, um cidadão japonês com suspeita do vírus morreu enquanto estava internado recebendo tratamento. O caso pode ser o primeiro de um cidadão do Japão morto por conta do coronavírus. A confirmação de que se tratava do novo vírus ainda deve sair em um segundo exame. Na primeira prova feita, o resultado foi positivo.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Conforme relatado pela rede pública de televisão NHK, as informações foram fornecidas pelo Ministério das Relações Exteriores. Não foram fornecidos detalhes sobre sua identidade, mas, segundo as mesmas fontes, a vítima tinha cerca de 60 anos. /Reuters e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.