Anvisa apreende falso medicamento para disfunção erétil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em conjunto com as vigilâncias sanitárias do Estado do Rio Grande do Sul e do município de Porto Alegre, apreenderam, após denúncia de um usuário, 37 caixas com falsificações do medicamento Cialis, no último dia 18. O produto, originalmente fabricado pela empresa Eli Lilly do Brasil Ltda., é usado para tratamento da disfunção erétil. Os remédios falsificados foram encontrados na Farmácia Econômica, no centro de Porto Alegre. O proprietário foi detido, pois não conseguiu comprovar a origem do medicamento. Em caso de dúvida ou suspeita sobre o produto, o usuário deve fazer a denúncia no serviço de atendimento ao consumidor do laboratório Eli Lilly (pelo número 0800-7093636) ou na Anvisa (pelo e-mail gfimp@anvisa.gov.br ).

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2006 | 15h18

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.