Arquivo/AE
Arquivo/AE

Anvisa divulga ranking com classificação sanitária de navios de cruzeiro

Lista classifica as 18 embarcações que ficarão na costa brasileira durante a temporada 2011/2012, de acordo com o grau de risco à saúde apresentado na fiscalização

Agência Brasil,

19 de março de 2012 | 19h17

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta segunda, 19, um ranking com a classificação sanitária dos 18 navios de cruzeiro que ficarão na costa brasileira durante a temporada 2011/2012.

A lista classifica as embarcações em quatro categorias: A, B, C e D, de acordo com o grau de risco à saúde apresentado na primeira fiscalização feita pela agência, na chegada dos navios ao Brasil.

A maioria dos cruzeiros, de acordo com a Anvisa, registrou boas condições sanitárias (categoria B). Quatro embarcações registraram excelentes condições sanitárias (categoria A); duas registraram condições sanitárias satisfatórias (categoria C); e uma registrou condições sanitárias inadequadas (categoria D).

Navios com esse tipo de classificação, segundo a Anvisa, precisam fazer correções imediatas para serem autorizados a continuar a navegação de rotina.

As principais irregularidades encontradas durante as inspeções estão relacionadas aos serviços de alimentação; falha no monitoramento dos padrões de pureza da água; e presença de objetos estranhos na sala de ar condicionado.

Na última temporada (2010/2011), dados da agência indicavam que 38% dos casos de doença a bordo de navios de cruzeiro foram diarreia aguda provocada por norovírus - geralmente transmitido por meio da ingestão de alimentos contaminados.

Segundo a Anvisa, foram detectadas falhas no controle de temperatura de alimentos e a existência de alimentos fracionados sem identificação, além de alimentos fora do prazo de validade.

O ranking de classificação sanitária dos navios de cruzeiro que ficam na costa brasileira nesta temporada pode ser acessado na página da Anvisa na internet.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.