Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Anvisa diz que início de testes da Butanvac em humanos ainda depende de mais dados

Vacina contra a covid-19 é desenvolvida pelo Instituto Butantan; segundo a agência nacional, uma das informações faltantes se refere à inativação do vírus utilizado no imunizante

Sofia Aguiar, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2021 | 20h53

SÃO PAULO - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que, na segunda-feira, 28, foi realizada uma reunião com técnicos da agência e do Instituto Butantan para discutir a vacina Butanvac contra a covid-19. Segundo a agência, o protocolo de pesquisa clínica já está aprovado, mas ainda faltam dados específicos para iniciar os testes em humanos.

Em nota, o órgão regulador afirma que o objetivo da reunião foi avaliar as informações já apresentadas pelo Butantan. “Mas para que a vacina comece a ser aplicada em seres humanos é necessário apresentar dados específicos, que ainda estão sendo gerados pelo Butantan”, afirma. Segundo a Anvisa, um exemplo dos dados faltantes se refere à inativação do vírus utilizado na vacina.

Em 9 de junho, a agência autorizou o início da pesquisa clínica do imunizante. À época, a Anvisa disse que 400 pessoas com mais de 18 anos devem participar da primeira etapa do estudo. Já nas demais, há expectativa que 6 mil voluntários recebam a vacina. A administração da Butanvac, que acontece em duas doses com intervalo de 28 dias, acontecerá no Hospital das Clínicas (FMUSP) e no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

No dia 14 de junho, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) afirmou que os testes clínicos da vacina Butanvac deveriam começar até o fim do mês. Segundo Doria, as três fases de testes clínicos devem ser concluídas em 120 dias. Depois disso, os dados são submetidos a uma nova avaliação pela Anvisa.

A assessoria de imprensa do Butantan informou que os dados solicitados pela Anvisa estão sendo providenciados e que, enquanto isso, o pré-cadastro para voluntários continua aberto. Mais de 93,7 mil pessoas se inscreveram no site da Butanvac para participar dos testes da vacina. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.