Anvisa manda retirar dois anestésicos do mercado

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou ontem o recolhimento de todos os lotes dos anestésicos Lidostesim 3% (Cloridrato de Lidocaína a 3% + Norepinefrina 1:50000) e Lidostesina (Cloridrato de Lidocaína a 2% + Norepinefrina 1:100000). Os dois são produzidos pela Probem Laboratório e Produtos Farmacêuticos e Odontológicos. A empresa deve fazer o recolhimento dos produtos no prazo máximo de 120 dias. A medida foi adotada depois que a agência recebeu uma série de notificações sobre a ocorrência de efeitos relacionados aos remédios, como náusea, dor de cabeça, tontura e vômito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.