Anvisa propõe exigência de álcool para higiene das mãos em hospitais e clínicas

Agência estima que índice de limpeza entre profissionais de saúde seja de apenas 40%

Agência Estado

21 Julho 2010 | 17h18

SÃO PAULO - Hospitais e clínicas de todo o País deverão oferecer preparações alcoólicas (álcool gel, líquido ou espuma) para que profissionais de saúde higienizem as mãos, segundo propõe a Consulta Pública 68, de 2010, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

Segundo nota divulgada em seu site, a agência pretende aumentar a adesão dos profissionais de saúde ao procedimento de higiene. A Anvisa estima que, no Brasil, a limpeza das mãos entre médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e fisioterapeutas seja de aproximadamente 40%, taxa considerada baixa.

 

"A higienização das mãos é o procedimento mais importante e menos dispendioso para evitar a transmissão de infecções relacionadas à assistência à saúde", afirmou a chefe da Unidade de Investigação e Prevenção de Infecções e Eventos Adversos da Anvisa, Janaína Sallas.

A proposta da Anvisa exige que a preparação alcoólica seja colocada nos pontos de assistência e tratamento, em salas de triagem, de pronto atendimento e unidades de urgência e emergência.

 

Além disso, o produto deve estar disponível em ambulatórios, clínicas e consultórios de serviços de saúde, serviços de atendimento móvel e nos locais em que são realizados procedimentos invasivos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.