Anvisa suspende importação de remédio contra náusea e vômito

Onicit é indicado em tratamento de quimioterapia; fitoterápico Valeriana Officinalis também será recolhido

Agência Brasil

09 Agosto 2010 | 20h57

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu nesta segunda-feira, 9, a importação do remédio Onicit, indicado para evitar náuseas e vômitos durante o tratamento de quimioterapia contra o câncer.

De acordo com a Anvisa, foram encontradas irregularidades durante inspeção feita em abril na fábrica OSO Biopharmaceuticals Manufacturing, nos Estados Unidos, onde o medicamento é produzido. A importação para o mercado brasileiro é feita pela empresa Schering-Plough, de São Paulo.

A agência também decretou a suspensão da venda e distribuição do lote 0634/09 do fitoterápico Valeriana Officinalis (comprimido usado para problemas de insônia), fabricado pelo laboratório Pharmascience, com sede em Minas Gerais.

O lote, produzido em maio de 2009 e com validade até maio de 2011, apresentou resultado considerado insuficiente nos testes de qualidade. A empresa terá de recolher o produto do mercado. A Anvisa recomenda que os pacientes interrompam o uso imediato dos remédios com lotes suspensos e procurem um médico.

Outra medida suspende a venda e fabricação de qualquer medicamento da empresa Verde Vida Ervas, também de Minas, por falta de registro na Anvisa. Um dos produtos (Dorfim) do fabricante estava sendo vendido ilegalmente em Santa Catarina, segundo a agência. As resoluções da Anvisa foram publicadas no Diário Oficial da União desta segunda.

Em relação à publicação no Diário Oficial de 6 de agosto de 2010 referente à suspensão de importação do medicamento Onicit, a MSD gostaria de esclarecer que:

- A suspensão foi por causa de pendências no cumprimento da nova regulamentação da Anvisa sobre boas práticas de manufatura na fábrica da Oso Biopharmaceuticals Manufacturing, LLC., em Albuquerque, no Novo México (EUA). A decisão não tem nenhuma relação com a qualidade, eficácia ou segurança do produto especificamente;

- Além da Oso Biopharmaceuticals, a MSD desenvolveu outra fonte de suprimento para importação do medicamento, que já está devidamente certificada e de acordo com as boas práticas de manufatura preconizadas pela Anvisa. Trata-se da fábrica da Pierre Fabrè, localizada em Idron, na França. As novas importações do Onicit destinadas ao mercado brasileiro serão feitas a partir dela."

A MSD se coloca à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.