Anvisa suspende lotes de antiinflamatório e antibiótico

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu, como medida cautelar, o comércio e o uso de lotes de dois medicamentos por apresentarem irregularidades: da empresa Sociedade Farmacêutica Henfer Ltda., do Rio de Janeiro), estão suspensos os lotes nº 0409030 (validade 09/2007), 0409010 (validade 09/2007), 0503002 (validade 03/2008) e 0407007 (validade 07/2007) do Prednonax (Prednisona), 20mg/comprimidos, que, entre outras indicações terapêuticas, também é usado como antiinflamatório no tratamento da asma crônica e aguda. Os lotes suspensos apresentaram resultado insatisfatório no ensaio de dissolução, conforme laudo emitido pelo Instituto Adolfo Lutz. Também foi determinada a suspensão do lote 04/F100 (validade 31/10/2006) do antibiótico Amoxicilina 250mg/5ml + Clavulanato de Potássio 62,5mg/5ml, fabricado pela EM S/A. (link: RE 2477), de São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista. O medicamento não apresentou resultado satisfatório nos ensaios de aspecto, pH e teor do princípio ativo, de acordo com laudo emitido pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS). Por falta de registro, foram apreendidos todos os lotes do medicamento Sinarest, fabricado pela empresa Leofarma Comércio e Indústria Ltda., de Leopoldina (MG) e também de todos os lotes do produto Puri Verd, da empresa Puriverd Indústria e Comércio de Produtos Químicos, de Campinas (SP), e do produto Máscara Facetech FTR-95, fabricado pela empresa Alldesc Indústria e Comércio de Produtos Descartáveis, de São Paulo. A medida é válida para todo o País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.