Anvisa suspende uso de três remédios

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu na terça-feira a importação do anestésico tópico Dermomax (lidocaína) 4% creme. A agência também suspendeu os lotes 602610 e 605499 do medicamento Digestina (bromoprida), 5 mg/ml, fabricado pelo laboratório União Química Farmacêutica Nacional, de Embu-Guaçu (SP). Foi determinada, ainda, a interdição cautelar do lote 660 do antiinflamatório Voltaflan (diclofenaco de sódio, 100mg) comprimidos, com data de validade até março de 2010. O medicamento é fabricado pela empresa Bunker Indústria Farmacêutica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.