AP Photo/Bruna Prado
AP Photo/Bruna Prado

Aplicativo que fornece comprovante de vacinação tem instabilidade

Exigência para entrar em eventos com mais de 500 pessoas em São Paulo entra em vigor nesta quarta-feira; Rio adiou por duas semanas

Davi Medeiros, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2021 | 17h03

SÃO PAULO - Usuários têm relatado lentidão e dificuldades no uso do aplicativo ConecteSUS, que fornece um comprovante digital de vacinação contra a covid-19. As reclamações vão desde o login, com problemas nas senhas e páginas que não carregam, até a falta de atualização dos cartões de vacina, que deveriam mostrar as doses tomadas.

A partir desta quarta-feira, 1.º, só quem apresentar o comprovante poderá entrar em eventos com mais de 500 pessoas em São Paulo. No Rio, a exigência engloba também cinemas, academias, clubes, piscinas, pontos turísticos e até acesso a cirurgias eletivas - a previsão inicial era de que o passporte da vacina entrassem vigor nesta quarta-feira na capital fluminense, mas foi adiada por duas semanas justamente por causa da a instabilidade do ConecteSUS.

A designer Lorrana Cardoso, 23, diz que tentou usar o aplicativo para pegar seu comprovante de vacinação, mas a página ficou só carregando. "Tentei ontem (segunda-feira, 30) o dia inteiro. Minha academia já está exigindo apresentar para poder malhar", conta ela, do Rio. 

Já a analista de documentos Giulia Carminate de Oliveira, 25, precisa do comprovante digital de imunização para realizar uma viagem que planeja para o exterior. Ela tomou a segunda dose da vacina contra covid da Pfizer há mais de 10 dias, em 19 de agosto, mas a informação não consta no aplicativo. “As companhias aéreas não estão aceitando o cartão de vacinação em papel, não sei o que fazer caso (a vacina) não apareça no app”, relata a jovem, de Juiz de Fora (MG). 

Na loja de aplicativos do Google, reclamações sobre lentidão no sistema, dificuldades para fazer login e carteira de vacinação desatualizada são frequentes. "Não emite o certificado após várias tentativas. Fica carregando, carregando e não emite. Além disso, não salva sua senha", diz um usuário.

Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, o comprovante de vacinação exigido na cidade deve ser obtido pelo aplicativo e-Saúde, oferecido pela Prefeitura. O município informa não ter recebido reclamações sobre a usabilidade da plataforma.

Na segunda-feira, 30, a prefeitura do Rio anunciou que fará atendimento digital para tratar de divergências no aplicativo. Para solicitar correção ou esclarecer dúvidas sobre a visualização das vacinas, os usuários devem enviar e-mail com imagens do comprovante original de vacinação e documento de identidade para a prefeitura, em um endereço criado exclusivamente para suporte do ConecteSUS.

Procurado, o Ministério da Saúde não se manifestou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.